terça-feira, 28 de setembro de 2010

Nada

Um espaço entre o vazio
- O do início -
E o completo inacabado
Um extremo entre mundos
Vários mundos,
Abstratos...
Sobre o nada,
Nada além...
Do que não sei,
Pois já nem sei
Se o que me faltam são ideias
Ou
As ideias é que me faltam
Meu longo silêncio me faz parecer
Mais criativo que minhas longas
E "belas" palavras
E
Se do nada, nada vem...
Para o nada, nada acaba


Inspirado em Acaso tudo é eterno?Ou não é? De Voltaire

2 comentários:

  1. Muito bem...
    Não entendi nada...
    Mas nada tenho a ver com isto...

    ResponderExcluir
  2. Quando do nada,
    nada vem,
    nada
    podemos fazer....

    ResponderExcluir