sábado, 25 de setembro de 2010

Sem saber o que escrever II

...Como se a mente se recusasse a permitir à mão o simples ato de deslizar a caneta sobre o papel. E quando esta, num ato corajoso de afronta à "inércia de criatividade" o faz, o que se vê são apenas fragmentos rabiscados em pedaços de papel amassados, unicamente destinados à abarrotar os bolsos ou, a misturar-se à sujeira abandonada pelas ruas. Nada com início ou fim, apenas meios.
Poesias em prosa, pois os versos já não rimam. Tudo parece já ter sido dito nas canções, mesmo que tudo o que se ouça não passe do som do silêncio ecoando num deserto habitado pelo "coveiro" da razão.
O que me resta é continuar pelas linhas tortas, pois escrever certo, deixo para o Criador .

4 comentários:

  1. OIE!!!!!
    GOSTEI...EH QUASE UM POETA,DEVERIA TER ESCOLHIDO O CURSO DE LETRAS!!!NO TEU TEXTO TU DISSE QUE VAI CONTINUAR NAS LINHAS TORTAS,POIS PARA ESCREVER CERTO SOMENTE DEUS...MAS NAUM ESQÇA Q DEUS SOH ESCREVE CERTO ATRAVÉS DAS LINHAS TORTAS...
    BJÃO PATI
    (LETRAS)

    ResponderExcluir
  2. eu dinovo...
    era pra ti comenta o meu texto!!!:,

    ResponderExcluir
  3. ADD NO MSN:PATYLOKY@YAHOO.COM.BR.BJO

    ResponderExcluir
  4. Se não fossem os erros de pontuação e acentos, o texto seria melhor.

    ResponderExcluir